Existimos sobre o anterior

Os três primeiros meses de gestação

antes de nós outros tentaram
muitos não sabem que viagem alguma
se repetirá

Eduardo Pitta

Fotografia: Tiago Moura

O Máscara Solta nasceu há dez anos e quase poderíamos dizer que teve dez caras: todos os anos o elenco se transforma (se não completamente, pelo menos na sua maioria); todos os anos os encenadores mudam (colaboraram connosco cinco encenadoras nos cinco primeiros anos e cinco encenadores nos últimos cinco anos); não tendo ainda espaço próprio na faculdade a que pertencemos, todos os anos estreamos em palcos diferentes. É, portanto, neste contexto, muito difícil ter consciência da herança que carregamos, sendo perfeitamente possível que alguém já tenha pertencido ao grupo sem saber o que outros antes dele fizeram.

Neste décimo aniversário, os encenadores Ana Catarina Ramalho e Tiago Moura pretendem marcar uma diferença bastante significativa no historial do grupo: tornar o Máscara mais ativo (não apresentar apenas um trabalho final antes do verão, não se apresentar apenas fora dos limites da Faculdade de Letras) e criar uma base sólida para os próximos dez anos, registando tudo aquilo que fomos conseguindo ao longo da primeira década.

Nesse sentido, começou-se por atualizar o blog do grupo com fotografias, cartazes, vídeos e informações a que até agora não tínhamos tido acesso (para esta tarefa foi fundamental a ajuda da Dulce Fernandes, a quem nunca poderemos agradecer o suficiente). Como primeiro projeto do ano letivo 2012-2013, os encenadores decidiram ainda fazer uma retrospetiva do repertório do Máscara Solta: realizou-se um intenso trabalho de pesquisa, de forma a ter acesso a todos os textos encenados pelo grupo, o que foi possível em quase todos os casos.

Dois problemas iniciais a que temos tentado dar resposta: 1 – Como juntar, num só espetáculo, uno e coeso, excertos (seleção dos encenadores Catarina e Tiago) de textos portugueses e em tradução portuguesa de autores tão diferentes como Federico Garcia Lorca (espanhol), Eugène Ionesco (francês), Jaime Rocha (português), Martin Crimp (irlandês), Carlos Wallenstein (português) e Caryl Churchill (inglesa)? 2 – Os espetáculos dos três primeiros anos do Máscara Solta não foram peças de teatro, mas montagens de poemas em 2003 e 2004, um recital de poesia em homenagem a Sophia de Mello Breyner também em 2004 e em 2005 a adaptação de um conto para teatro.

Revisitando o processo criativo de Graça Ochoa nos dois primeiros anos do grupo, também este ano se pesquisou e adaptou poemas sob este mote de mudança. Já em outubro, para começar oficialmente o nosso ano letivo, alguns elementos do Máscara Solta se juntaram ao Grupo de Estudos Lusófonos nas Leituras FLASH para abrir o II Encontro «Nenhum de nós passeia impune pelos retratos»: crime e castigo. Leram-se, então, poemas de Almada Negreiros (seleção de Patrícia Lino).

Convidado agora pela Cultureprint, no próximo sábado, dia 10 de novembro, o grupo voltará a ler poesia. Aproveitando a pesquisa que se fez de poemas para a retrospetiva, alguns elementos estarão a bordo do elétrico 191, que vai da Praça dos Leões à Batalha, com um excerto daquilo que estreará em dezembro na FLUP. Esta leitura encenada no âmbito da 7ª edição do Bairro dos Livros intitulada «Ler é um vaivém» (seleção e montagem dos poemas também pelos encenadores Catarina e Tiago) serve, então, como introdução ao espetáculo trans- que poderão ver integralmente daqui a um mês. A viagem começa às 17h30 e é grátis.

Passagem de testemunho: tendo como esqueleto a Ode Triunfal de Álvaro de Campos, o «poema-elétrico» rapidamente se abre e começa a comunicar com outros poetas portugueses (Al Berto, Eduardo Pitta, Joaquim Manuel Magalhães, Jorge Sousa Braga, Mário Cesariny, Natália Correia, Pedro Homem de Mello e Ruy Belo), versando o correr do tempo, o caminho da vida à morte, a velocidade dos meios de transporte e as transformações nas pessoas e nas suas relações.

novembro de 2012

Advertisements

One response to “Existimos sobre o anterior

  1. Pingback: Do amor uma antologia | Máscara Solta·

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s